quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Os melhores momentos de The Last Guardian!


The Last Guardian é considerado uma jornada extraordinária. E para uma jornada ser extraordinária ela sem dúvida precisa de muitos momentos marcantes. Então, enquanto eu jogo mais uma vez pela história de TLG, eu decidi juntar os momentos mais legais, que mais trouxeram arrepios ou me deixaram impressionados. É o nosso Top 10 melhores momentos de The Last Guardian!

Como é de se imaginar, esse post está recheado de SPOILERS!



10° lugar: O móbile gigante

Vertigem é uma sensação comum em The Last Guardian, e essa parte é legal justamente por ser uma das mais vertiginosas do jogo todo. Estamos diante de uma estrutura suspensa com um vitrail, então é necessário sair pulando, escalando e se equilibrando nos diversos elementos que compõem essa estrutura.

Em questões de escalada do garoto essa é a parte mais complexa e a que eu mais gosto. A própria passagem pelo vitral tem muitos desvios, passando de um lado para outro através de buracos no vidro para chegar ao topo.

E não sei porque, mas derrubar coisas no abismo até vê-las sumindo na névoa é sempre legal. No caso desse vitral uma peça se solta no jardim que estávamos anteriormente e até achei que ela poderia ser usada em algo, mas então ela acaba deslizando até cair junto com o resto.


9° lugar: Um Trico ferido

Depois de uma luta feroz entre dois tricos, o nosso mascote fica numa situação bem pior que a do rival. Ele está largado no chão, consciente mas quase sem conseguir se mover, então lá vamos nós atrás de barris para deixar o nosso bichano forte novamente!

Claro, andar por aí escalando e procurando barris é algo comum no jogo, mas esse momento é diferente porque nosso Trico está muito ferido e estamos cuidando dele, então significa muito mais. Vê-lo se animando aos poucos após cada barril até finalmente se levantar recuperado é recompensador.

De certa forma, essa parte me lembra quando cuidamos de Joel em The Last of Us. É um jogo totalmente diferente, mas TLG passou um sentimento semelhante nesse momento.


8° lugar: O topo da torre

Assim que chegamos ao topo da torre, existe um momento antes da batalha final que é memorável por motivos peculiares.

O que acontece nessa parte do jogo? Nada!

Esse é aquele momento em que você sabe que o jogo está acabando e que muita coisa pode dar errado (e de fato dá) nos momentos finais, então é um tipo de calmaria antes da tempestade. A luz do entardecer é aconchegante, a vista de todo o vale é sensacional e podemos apreciar esse momento com Trico enquanto decidimos se realmente queremos que o jogo acabe.

Mesmo não estando tão no topo da lista, esse momento é provavelmente o mais bonito e pacífico do jogo, mesmo sendo logo antes da luta final. A sutileza da Team Ico em criar um momento assim com tão pouco é surpreendente.


7° lugar: A ponte desmoronando

Essa seção foi escolhida para a re-revelação do jogo na E3 e por bons motivos. Ela é divertida, não tem spoilers e mostra diversos elementos do jogo.

Ela já começa mostrando a cooperação dos dois muito bem. Depois de destruirmos um vitral Trico pula para o outro lado e, após uma pequena destruição, ele se vira para o garoto e começa a chamá-lo para um salto de fé. Esses saltos são parte importante do jogo e sempre são legais. Nós já sabemos que Trico vai nos salvar, mas isso não tira a graça, e nem sempre acaba como esperávamos, como o segundo salto dessa seção, onde Trico pode nos agarrar pelo bico ou acabamos passando e segurando em sua cauda.

Ou nós podemos estragar tudo e pular errado, só para destruir um pouco os nossos laços de confiança...

Depois do segundo vitral e do segundo salto de fé tudo começa a desabar e a ação começa: Trico tem que correr para nos salvar. Por mais que o desenrolar da cena não precise de muita coisa da nossa parte ela é emocionante, e chegar a salvo na sacada da outra torre é um alívio.


6° lugar: A luta dos tricos

Eu antecipei muito a luta do Trico com a outra criatura gigante desde muito antes do lançamento. No final não foi da forma que eu imaginava - Trico apanha mais que o Seu Madruga - mas não significa que foi ruim, na verdade foi um momento bem legal.

Depois de surgir algumas vezes na história, batendo e correndo ou tentando devorar um garotinho indefeso, o Trico do mal finalmente aparece para encarar alguém do seu tamanho. Mas como nosso Trico também é indefeso quando lutando com tricos do mal, temos que intervir de várias formas para separar essa briga. Até porque não é muito legal vê-lo caído sendo massacrado por outro bicho, então o desespero para fazer algo é real!

Particularmente, descer o portão na cauda do bichano foi um dos pontos altos, talvez por ser uma forma meio sacana de atingir o monstro, e um único momento em que o nosso Trico consegue atacar de alguma forma, mas que ainda assim só fez com que eles caíssem para a ponte de baixo.

Inclusive, pela resistência desses dois a batalha acaba se tornando algo bem exagerado. Eles rolam, caem de ponte para outra como se não fosse nada e para acabar temos que derrubar VAGÕES NA CABEÇA DO BICHO! E o único resultado é um capacete quebrado, ele pode ir embora tranquilo após isso.


5° lugar: Para a Torre Branca

Eu queria ter voado mais em The Last Guardian, mas já que não pudemos, as pequenas ocasiões de vôo ficaram bem marcadas na nossa memória e uma delas é quando voamos para a Torre Branca. Após destruir toda a passagem que dava acesso ao local, precisamos voar de bem longe para ter a chance de visitá-la novamente.

Preparamos uma longa pista de decolagem e então a diversão começa: Trico se prepara como um touro de desenho animado e arranca! O vôo é turbulento e o pouso não é nada suave, mas chegamos na torre, onde começa uma luta livre entre Trico e o garoto versus uma penca de armaduras com lanças e escudos. Eu gosto bastante de vê-lo detonar as armaduras, então me divirto bastante nessa parte.

Claro, muitos ficam de boa em cima de Trico enquanto esperam o massacre, mas eu gosto de descer e ajudar como posso (ou pelo menos ver de um ângulo mais divertido), e nessa parte é realmente necessário, além de ser bem mais legal, afinal não faltam alvos e o espaço é bem grande. Então lá vamos nós dando trombadas para derrubarem os escudos, decapitando os que estão caídos e usando o espelho para desmontar os que estão em pé.

Sim, caso você não saiba o espelho tem esse poder. É tanta coisa escondida e pouco usada em TLG que a gente deixa passar um monte!


4° lugar: A torre desmoronando

De todas as coisas que desmoronam - e as coisas desmoronam o tempo todo -, a torre é a minha favorita.

Essa seção tem muita plataforma envolvida. Desde o começo, com cordas bambas e vitrais presos em móbiles gigantes até a subida da torre em questão. Uma parte que gosto é quando soltamos um dos vitrais e o suporte começa a despencar junto. Além de Trico se mostrar bem esperto nessa parte a adrenalina é real, afinal todo mundo já espera que ele nos salve na queda, mas quando a gente escapa do bico aí eu realmente achei que era morte certa, tenho que admitir que o jogo me pegou.

E o jeito que a torre desmorona é de longe o mais legal. Não é aos poucos enquanto escapamos, ela tomba quando estamos bem no topo e não parece existir uma forma plausível de escapar. E quando de fato escapamos, pulando para a encosta, a cena se fecha com chave de ouro com a aparição do trico do mal para nos jogar para o abismo de vez.


3° lugar: Esse não é o meu trico!

Depois de um mergulho que não deu muito certo para o garoto, acordamos sozinhos em uma caverna misteriosa e passamos a explorá-la em busca do nosso amigão. Mas acabamos encontrando algo diferente, o trico do mal que mencionamos antes. Eu até achei a cena suspeita e percebi essa reviravolta vindo, mas ainda assim o confronto foi muito legal e até melhor do que ver os dois grandões brigando.

Afinal, estamos na pele de um dos "lutadores", e não apenas auxiliando. Por mais que não possamos fazer nada ativamente contra o trico, bolar o escape é divertido e o trico do mal é realmente ameaçador. A parte que mais me marcou foi quando ele começou a atacar através da abertura na parede. Eu estava tranquilo pulando entre as plataformas quando BLAM, ele atravessa com tudo e me joga para longe.

Mas no geral toda essa parte é memorável, como anteriormente o trico do mal havia aparecido apenas de relance, encará-lo pela primeira vez sem o nosso Trico tem um grande impacto. Só gostaria que pudéssemos de fato vencê-lo, espantando-o com alguma estratégia, ao invés de sobreviver o confronto por pura sorte.


2° lugar: O final

Os últimos momentos do jogo são um misto de adrenalina, tristeza e alegria. Quando chegamos no topo da torre sabemos que escapar não será tão simples quanto parece, e isso começa a se realizar quando um sinal invoca tricos de todos os lados. Se nosso Trico já apanhava de um único bichano, quando é contra um grupo ele é totalmente massacrado, e dessa vez não temos nada do cenário ao nosso favor, o que também nos leva a apanhar dos tricos.

Quando caímos nas costas de um deles a adrenalina é alta e me lembrou muito a batalha com o Avion em Shadow of the Colossus, que sempre foi minha favorita, então sem dúvida foi uma boa impressão.

O momento de pena maior é quando Trico tem a cauda arrancada, isso sem dúvida deu uma dor no coração. Mas quem diria que essa seria a chave para salvar a vida dos dois? A destruição do Master of the Valley com a cauda decepada do nosso Trico sem dúvida foi outro ponto alto da batalha.

Então começam as cutscenes e lá vamos nós para mais emoções. Ver Trico voando para o horizonte é recompensador e ver o garoto sendo entregue na vila de onde foi raptado é reconfortante, mas ver o estado em que Trico ficou é de dar muita pena. Mas então a cena pós-créditos novamente nos deixa felizes ao ver que ele sobreviveu a essa aventura e está de alguma forma sobrevivendo no ninho...

E com companhia! Um detalhe que pode passar despercebido mas que muda totalmente a visão do final.


1° lugar: Voando pela primeira vez

Essa cena é tão pequena, mas é uma montanha-russa de emoções! Voar com o Trico era algo que eu já esperava, mas a forma como a cena foi construída até chegar ao seu ápice foi genial, de longe o momento que mais me arrepiou e o mais memorável do jogo.

A princípio a cena parece simples, apenas dois vitrais que precisam ser tirados do caminho para Trico atravessar a ponte. Mas antes disso ser feito um exército de armaduras surge e lança magia sobre o garoto, que fica imobilizado. As armaduras então chegam, capturam o garoto e não há nada que o jogador ou Trico possa fazer para libertá-lo.

Creio que o ponto chave para essa cena nos deixar tensos é que temos o controle do personagem e sabemos que geralmente é possível escapar da magia das armaduras. Então nós fazemos o possível para escapar da magia, mas na medida que não conseguimos e vemos as armaduras se aproximando lentamente bate um desespero. Estamos totalmente indefesos naquele momento.


Mas na segunda parte dessa montanha-russa acontece o inesperado, Trico supera sua fraqueza e parte para cima das armaduras como se o vitral não estivesse ali. Essa parte é emocionante não apenas no sentido da ação, mas no sentido da conexão entre Trico e o garoto. Até ali vivenciamos várias partes que provaram o efeito dos vitrais em Trico, então esse impulso para nos salvar mostra o quanto a amizade entre eles cresceu, levando Trico a enfrentar o inimaginável para garantir a segurança do garoto.

E claro, então chegamos no momento solene. Com toda a destruição que Trico causou a ponte toda começa a desmoronar e a única forma de escapar é pelos ares. Então diante da necessidade Trico voa por um pequeno espaço até esbarrar em uma torre próxima. É um voo pequeno, mas que significa muito e que fecha a cena da melhor maneira possível.

Por isso esse é o meu momento favorito de The Last Guardian!

Comentem o que vocês concordam, discordam e quais são os seus momentos prediletos. Certamente temos muitos momentos que merecem ser lembrados!

Até a próxima!

7 comentários:

Ditto

Ótimo post, boss!

Queria ter um PS4 pra aproveitar realmente esse jogo

Kaique

Valeu Ditto!

Mas você não jogou e já pegou os spoilers todos? :/

Ditto

Eu vi gameplay no YT UHEHUEUH

Hellen Furusho

Eita! Melhor primeiro jogar e depois ler os Spoilers, Ditto D= Tipo, fácil dar emoção e surpresa.

Ditto

Eu não tenho como jogar, e eu não tava aguentando de curiosidade =/

Hellen Furusho

Imaginei. Guarda o dinheiro para comprar PS4 \o

Ditto

guardo ps4 pra comprar dinheiro