quarta-feira, 15 de julho de 2015

Teoria - A luz e as trevas em SotC

A divisão de luz e trevas é um tema recorrente em Shadow of the Colossus.

Tudo o que vemos de Dormin e todos os elementos mágicos que aparecem durante a história apresentam esse contraste, como uma forma de yin-yang, o que deixa uma certa ambiguidade na real natureza de Dormin, afinal ele não é todo trevas, nem é todo luz, o que pode indicar uma divindade "neutra", que não é totalmente má nem totalmente boa.

Mas existe uma interpretação que leva tudo para outra ideia. Analisando de onde cada energia vem cada vez que elas aparecem, podemos dizer que Dormin é realmente um ser maligno, e todas as trevas estão conectadas a ele, enquanto a luz apenas faz parte da magia que o selou nas Forbidden Lands.

Não fui eu quem criou a teoria, mas achei interessante então estou apenas analisando os elementos do jogo através dela.

Enfim, vamos para a análise!


A primeira aparição de luz e trevas que temos é já no começo, assim que Wander chega na Shrine of Worship, quando as sombras humanóides surgem do chão, e logo depois Dormin fala conosco através da luz do teto.

A luz na SoW é a principal e mais recorrente marca de Dormin.

Mas pra começar, não há nada que indique que essa luz é sobrenatural, é apenas um buraco no teto, onde naturalmente a luz do Sol entra. É uma luz forte, mas estamos falando da Team Ico, toda luz é forte! E seja como for, ali Dormin está aprisionado, então não podemos dizer que a luz faz parte dele, ele apenas está preso ali.

Já quanto as sombras, não sabemos exatamente o porque elas aparecem, já que Dormin deveria estar totalmente selado. Creio que elas não sejam diretamente ligadas a ele, talvez eram súditos leais, ou mesmo guerreiros que entraram nas Forbidden Lands mas morreram ali.

Mas o que importa é que elas se dissipam assim que Wander aponta a Ancient Sword.


E a Ancient Sword é um item importante. Ela foi a espada usada para selar Dormin, e ela possui justamente magia de luz, como podemos ver ao sair procurando um colosso. Tanto que ela nem mesmo funciona fora da luz.

Podemos ver aí que a magia de luz está acima da magia de trevas, sendo que as sombras, criaturas de trevas, são destruídas pela simples presença da Ancient Sword, um item de luz. Vemos isso acontecendo outras vezes também durante o jogo.


Ao chegar no colosso temos mais ocorrências. Primeiramente, o ponto fraco, que é a marca do selo de Dormin no colosso, é um símbolo brilhante. E assim que o selo se quebra com nossos ataques, o brilho acaba.

E o que sai durante esses ataques é um sangue negro, que é a essência de Dormin fluindo no corpo do colosso. Então na morte do colosso fica mais visível a diferença entre as duas coisas.

A primeira coisa que surge ao matar um colosso são os tentáculos negros. Eles são partes de Dormin que estavam presas no colosso, e entram em Wander.

Enquanto isso, no templo, um ídolo se explode com uma explosão de luz que se dissipa.


Notaram a diferença? As trevas saem do colosso e entram em Wander, onde Dormin pretende "juntar os pedaços", enquanto a luz do ídolo simplesmente explode e desaparece. Ela não vai a lugar algum, pois ela estava ali para selar Dormin, e agora o selo está sendo destruído.

Além disso, uma criatura sombria e uma pomba aparecem a cada colosso morto, e podemos ver uma situação parecida.


As sombras estão ali ao lado de Wander. Elas também são partes de Dormin, e estão ali esperando Wander acordar para continuar a jornada. Já as pombas apenas estão lá, e quando nos aproximamos elas voam.

Mas no final, depois de juntarmos 16 sombras e 16 pombas, apenas as sombras têm alguma importância. Nem mesmo vemos as pombas assim que as 16 se juntam, é como se elas desaparecessem, mas as sombras voltam e formam a versão física de Dormin.


A última coisa que surge após cada colosso é o pilar de luz. Essa luz é como as da Ancient Sword, e também podem ser vistas em plena luz do dia.

Podemos interpretar essas luzes de várias formas, então não há uma forma certa, mas elas estão ligadas ao ritual, não necessariamente ao Dormin. Elas podem ser a magia do selo sendo retirada do colosso, sendo que assim como os pilares, os ídolos não explodem imediatamente com a morte do colosso, mas sim alguns momentos depois.


Então, no final do jogo, Dormin se manifesta em uma versão física, que nada mais é do que uma criatura feita totalmente de sombras. A única luz ali está nos olhos, mas se Dormin fosse um equilíbrio entre a luz e as trevas como no resto do jogo, precisaria de mais que isso não é mesmo?

E antes mesmo de se completar, sinais de Dormin já são visíveis em Wander. Nenhuma mudança ali é boa, apenas uma deterioração.

Um ponto que é mais vago sobre Dormin é a introdução do jogo. Emon diz que ele tem a "habilidade de controlar seres criados de luz", e nada mais é explicado sobre isso. O que seriam seres criados pela luz?

Talvez os colossus, que estão com a luz do selo de Dormin?

Ou talvez as próprias almas dos mortos? Pois a frase seguinte de Emon já menciona seu poder de recuperar vidas. E um antigo site do jogo explicava sobre as criaturas sombras dizendo que quando uma criatura existe além do reino mortal, tudo o que vemos é uma sombra, então talvez a "luz" mencionada ali seja apenas a presença no reino mortal.


Mas voltando ao final, temos a batalha com Lord Emon e a nova prisão para Dormin. O feitiço de Emon cria o vortex de luz, que nos suga(mais uma vez mostrando a superioridade da magia de luz sobre a magia das trevas) e ao mesmo tempo destrói as bases da ponte em implosões de luz, para que Wander e Dormin nunca saiam das Forbidden Lands.


Enfim, se recapitularmos, podemos relacionar todas as luzes com a prisão de Dormin, e podemos relacionar todas as trevas com Dormin em si, e sua libertação. Particularmente acho uma visão muito interessante sobre a mitologia do jogo e a forma como a magia é apresentada, mudando muita coisa do que costumávamos entender sobre Dormin. Mas comentem suas opiniões sobre ela!

Até o próximo post!

12 comentários:

Hellen Furusho

Sempre adorei todas suas teorias! <3

E mais teoria comparar Dormin = Nimrod (nome ao contrário) na biblia... acho que você já sabe:

https://en.wikipedia.org/wiki/Nimrod

Tá falando que Nirmod é mal e gigante compara sombra gigante de Dormin no jogo... blá blá como esse site explicar. Viu aquele torre de Babel ficou parecido com Shrine of Worship!

Kaique

Obrigado Hellen!

Eu falei um pouco sobre Dormin e Nimrod no post sobre as semelhanças com a Bíblia. Não fui muito a fundo, mas falei das semelhanças:

Samy Silva

Você havia dito que as pombas aparecem sempre depois da derrota de um colosso... Mas no final do jogo elas não fazem nenhuma "importância" se é que me entende. O que eu acho é que as sombras representam o poder de Dormin. E as pombas o "poder/epírito" de Mono, que por enquanto que ainda está morta vaga por aí livremente, Eu acho né...

Ótimo post!

Lodger(Wander)

Bom post!

Lodger(Wander)

" O que eu acho é que as sombras representam o poder de Dormin. E as pombas o "poder/epírito" de Mono, que por enquanto que ainda está morta vaga por aí livremente, Eu acho né... "

Pode ser.Considerando "os seres criados da luz" como almas humanas que foram criadas por uma divindade diferente de Dormin podemos relacionar as pombas como fragmentos da alma "branca" de Mono.

Lodger(Wander)

Com certeza já escrevi sobre isso mas a pomba é um animal relacionado com Semiramis que é a inspiração da Queen.

Lodger(Wander)

Estava lendo a Team Ico wiki e encontrei isso,uma coisa que eu sinceramente não tinha pensando e não lembro do Kaique ter mencionado.Está em inglês:

"Dormin is possibly a misconjugation of dormit (it sleeps) or play on the Latin word dormiō, which means sleep. Dormiēns is the present active participle of dormiō"

Lodger(Wander)

TLG tem o ano de lançamento confirmado. Agora falta o filme de sotc.Eu já tenho mais fé em casos de demora porque o filme ``Divertida Mente/Inside Out´´ demorou uns 5 anos para ser feito então por que não?

Não é tão difícil achar atores com histórias trágicas(na vida real) e as cenas onde Wander está cavalgando podem ser intercaladas com flashbacks

Lodger(Wander)

Vou colocar um exemplo abaixo de como eu faria uma das cenas:

"(Floresta)

O andarilho cavalgava com seu fiel cavalo por uma floresta densa e sem estrada. As folhas das árvores caiam lentamente mas suas cores eram vibrantes e repletas de vida como se ainda fosse Primavera.Após algum tempo o cavalo começou a bufar com mais intensidade e o andarilho percebeu que deveria deixa-lo recuperar as forças.Puxando as rédeas ele reduziu a velocidade até que o galope foi reduzido a uma lenta caminhada.

Já que não havia luz suficiente para usar sua espada-guia Wander suspirou e inclinou-se para trás para se sentir mais confortável.Seus pensamentos porém iam para trás enquanto o cavalo negro seguia em frente,deixando folhas esmagadas. Ele se lembrava de uma época não muito distante,quando tudo fazia sentido e tradições não eram questionadas.Uma época quando sua única preocupação era cuidar de Agro e lendárias bestas colossais não passavam de lendas

(flashback)"


Lodger(Wander)

Já vou,allow wi ús.

Hellen Furusho

Ahhhh, é verdade. Esqueci... Lembro que já vi seu blog explica sobre semelhanças com a Bíblia. Desculpa XD Entendi. Sem problema. E também achei que pode ser semelhante ao Nirmod :)

Kaique

"Estava lendo a Team Ico wiki e encontrei isso,uma coisa que eu sinceramente não tinha pensando e não lembro do Kaique ter mencionado.Está em inglês:

"Dormin is possibly a misconjugation of dormit (it sleeps) or play on the Latin word dormiō, which means sleep. Dormiēns is the present active participle of dormiō""

Eu li isso esses dias, mas realmente nunca tinha notado. Se não foi algo pensado é uma coincidência interessante.